sábado, 18 de junho de 2022

Num pedaço de céu azul

mora uma praia.

Fiz a mala

pra você levar tudo

que a gente não teve.

17 de junho de 2022

Voavam borboletas brancas

na calçada,
pedaços de plástico
conduzidos pelo vento.

17 de junho de 2022

Uma lua cheia

num céu sem estrelas,
e a impressão de ter um canhão de luz
apontado pra gente.

17 de junho de 2022

O sol chega quase só,

e vai embora acompanhado.

16 de junho de 2022

 Embaixo dos meus olhos,

bem rente,
tem um traçado
que parece feito de lápis,
mas é um pigmento que tenho
que veio dos povos árabes.

16 de junho de 2022

quinta-feira, 16 de junho de 2022

Escrever no meio das pessoas.

Depois encontrar um lugar
para que possam ver,
ter delas o instante.
Coisa boa quando alguém
espia o que a gente escreve
e vem perguntar.
É quando o leitor
se desloca em nossa direção
e vem nos buscar.

15 de junho de 2022